A comissão de Alagamentos finaliza trabalhos e encaminha relatório para prefeitura

0 Flares Filament.io 0 Flares ×


O drama dos alagamentos em que as pessoas perdem tudo o que trabalham anos para conquistar, tem um caminho em andamento, buscando a solução definitiva. O assunto teve intensa participação da Câmara Municipal, por meio de uma Comissão Especial que estudou, dialogou com técnicos e acompanhou medidas para solução desse problema que a população iguaçuense enfrenta há décadas.

Os vereadores estudaram junto com técnicos do Executivo, Sanepar e Itaipu, medidas que pudessem ser tomadas para resolver ou amenizar o drama das famílias com as chuvas mais intensas, considerado que inicialmente foram apontados 35 pontos mais críticos de alagamentos no município. O relatório da Comissão foi lido em sessão plenária desta terça-feira, 1º de outubro e encaminhado ao Executivo, para tomada de providências.
O vereador Rogério Quadros (PTB) destacou o trabalho do Executivo. “Já temos obras em andamento, como nos bairros Vale do Sol e Jardim São Luiz com obras em andamento que a população esperava há tantos anos. O primeiro passo para buscar soluções foi dado. Nosso trabalho é assessorar executivo em busca de soluções neste caso”, afirmou.
O representante do Fozhabita, Olizes Bolzon, destacou que o instituto “possui auxílio aluguel que é próprio para retirada das famílias dos locais e hoje existem 80 que foram retiradas de locais de riscos, dentro desse eles 25 ou 30 são de áreas alagadas”. A Tenente Janaína, representante do Corpo de Bombeiros, afirmou “na questão do mapeamento o órgão tem a elaboração dos planos de contingência, que é mantido anualmente atualizado, identificando os pontos críticos da cidade”.
O Presidente da Comissão, vereador João Miranda (PSD), afirmou que “todo o trabalho precisa ter alguém que dá início. Já temos obras em andamento. Há 15 dias fizemos a visita às obras do Arroio Ouro Verde que estão 70% prontas”. O relator da comissão, vereador Jeferson Brayner (Republicanos), disse que “o relatório será encaminhado à prefeitura. Destacamos agora o trabalho integrado com técnicos de diferentes áreas”.

Obras atualmente em andamento

O Executivo está com algumas obras de contenção de enchentes em andamento. Os recursos estão vindo por meio de um financiamento chamado FINISA (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento), no valor de R$ 30 milhões, verba aprovada pelo Legislativo.
Estão sendo feitas e foram verificadas as seguinte obras: pontes em diversas ruas da cidade, tais como Avenida Água Marinha, Rua Arno Welter, Avenida General Meira, Rua Matilde (Jardim Califórnia), Rua Egito (Travessa com a Avenida Felipe Wandscheer), Avenida Silvo Américo Sasdelli, Av. Carlos Gomes, Rua Javaé. Uma ponte também está sendo construída no Arroio Ouro Verde; construção de galerias pluviais no Distrito Industrial.
Dentre as obras de drenagem estão: drenagem de águas pluviais na Rua Golfinho, Jardim Morenitas e Horto, Rio Poty, Rua Prata, Rua Eldorado, Jardim São Luiz , na bacia do Rio Mimby. Na região do Rio Poty e Jardim São Luiz estão sendo feitas bacias de contenção. No bairro Vale do Sol verificou-se a construção de ponte, com objetivo de aumentar a vazão do Rio Mathias Almada e assim diminuir os alagamentos.

Outras medidas adotadas pela comissão

Além das visitas, a comissão também enviou um ofício à Itaipu Binacional solicitando apoio para instalação de estações de monitoramento de chuva e vento em regiões com maiores índices de alagamentos no município, justificando que o monitoramento é necessário para levantamento de informações precisas com relação ao volume de precipitação nas áreas de montantes dos pontos mais críticos.

Comissão Especial de Alagamentos

A Comissão é formada pelos vereadores João Miranda (PSD), Jeferson Brayner (PRB) e Rogério Quadros (PTB), este último entrou no lugar do ex-vereador Anderson Andrade, que deixou o cargo quando o vereador Edílio Dall´Agnol (PSC) foi reconduzido ao Legislativo.
Nova composição do Conselho de Ética
Com a saída dos ex-vereadores Rosane Bonho (PP), Anderson Andrade (PSC), Adenildo Kako (Podemos), os integrantes do Conselho de Ética que eram suplentes se tornaram titulares e houve o sorteio para os próximos suplentes.
A nova composição do Conselho ficou assim, como titulares Elizeu Liberato (PL), Marcio Rosa (PSD), João Miranda (PSD), Edson Narizão (PTB) e Jeferson Brayner (Republicanos). Na suplência, após sorteio, ficaram os vereadores Luiz Queiroga (DEM), Celino Fertrin (PDT) e Anice Nagib Gazzaoui (sem partido).

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: