Vereadores de Foz do Iguaçu pedem explicações sobre gastos de mais de R$ 7 milhões no combate a Covid-19

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Os vereadores em teletrabalho aprovaram vários requerimentos importantes referentes à saúde pública da cidade na sessão online desta última sexta-feira (17).

Foram tratados assuntos como acompanhamento da qualidade das refeições servidas nas UPAs; prestação de contas sobre a relação dos equipamentos adquiridos pela prefeitura para leitos no Hospital Municipal com intuito de combater a pandemia do novo coronavírus; funcionamento das consultas com especialistas neste período; situação das horas extras para servidores da saúde; e questionamento de critérios legais para proibição da circulação de idosos em supermercados.

Um dos requerimentos é o 101/2020, do vereador Marcio Rosa (PSD) que solicita informações sobre as refeições servidas para pacientes e profissionais da saúde. “Precisamos ter a clareza sobre quais cuidados devemos ter sobre essa alimentação. Não só alimentação dos pacientes, mas também a dos servidores.

Seria importante que neste documento solicitado que a UPA disponibilize nutricionista do próprio quadro para acompanhar esse processo. Importante lembrarmos que a dieta é feita de acordo com cada pessoa”, ressaltou o vereador.

Houve ampla discussão sobre os assuntos de saúde. Na questão da qualidade das refeições servidas nas UPAs, o vereador CelinoFertrin (Podemos) opinou: “Devemos exigir que exista um padrão nos serviços, na qualidade. Não sabemos qual equilíbrio que se faz, considerando as restrições de cada pessoa. Quem está acompanhando essa questão?“, questionou.

Equipamentos adquiridos para combate da pandemia

O vereador Rudinei de Moura (Patriota) cobrou, via requerimento 109/2020, a relação dos equipamentos adquiridos pelo Executivo para equipagem de leitos no Hospital Municipal com intuito de combater a pandemia do novo coronavírus. O vereador destaca que foram utilizados R$ 7 milhões e enfatiza necessidade de planejamento para saber quais são esses equipamentos e no cenário pós pandemia eles podem ser mais bem alocados.

Consulta com especialistas

A vereadora Inês Weizemann (PL) fez um requerimento solicitando informações sobre consultas médicas com especialistas neste período da pandemia alegando bater recebido denuncia de irregularidade. “Recebi uma denúncia de que não estávamos tendo consulta com médicos especialistas e fui checar e parece que há mais de um mês não está havendo esse tipo de consulta mesmo.

Mas, as outras doenças continuam acontecendo. Fiz esse requerimento solicitando informações para saber se isso realmente procede. Não podemos parar o sistema de saúde porque um vírus chegou na cidade. Existe uma escala, um agendamento que pode ser feito”, expôs Inês.

A vereadora Nanci RafagninAndreola (DEM) informou: “Recebi uma informação agora que a Oncologia está atendendo normalmente, claro que alguns outros casos não, por conta das aglomerações”.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: