Cell Shop sera a primeira loja do Paraguai a abrir em Foz do Iguaçu

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

 A PRIMEIRA LOJA DE CDE A ABRIR EM FOZ. IMPORTAR NO BRASIL É MAIS FÁCIL”, DIZ CEO DA CELLSHOP Jorbel Griebeler confirma a instalação de uma sede da empresa na Terra das Cataratas.O CEO do Grupo Cell Motion, ao qual pertence a Cellshop, Jorbel Griebeler, falou hoje sobre o futuro de uma das lojas mais frequentadas por turistas em Cidade do Leste, no Paraguai.


Com as fronteiras fechadas desde março devido a pandemia da Covid-19, Griebeler confirmou que Foz do Iguaçu ganhará uma sede da Cellshop, dentro de uma das lojas francas da cidade. “Nós seremos a primeira loja do Paraguai a abrir em Foz do Iguaçu. Já estamos fazendo o processo burocrático. Certamente não vamos vender Iphone, devido a cota de 300 dólares, mas produtos como roupas, perfumes e bebidas, vai dar para fazermos um bom trabalho”, explica Jorbel.


Segundo o empresário, esta já era uma vontade antiga do grupo, que estava estudando as possibilidades para a abertura da loja no lado brasileiro da fronteira. “Eu já vinha estudando isso faz tempo. Não é somente pelo momento da pandemia, mas a proposta dos free shops é muito melhor do que nós temos hoje no Paraguai. Aqui, para eu importar um perfume, um alimento ou uma bebida, tenho que fazer um processo de vigilância sanitária absurda. Roupas e calçados, por exemplo, é necessário uma licença prévia e os trâmites me custam mais de 40%. No Brasil, o custo é zero para importar.

Então, para quem está interessado em fazer negócios voltado ao turismo, hoje, o Brasil nos oferece uma opção bem melhor do que o Paraguai. Será uma soma, já que o turista terá a cota de compras do Paraguai (US$ 500) e também a do Brasil (US$ 300)”, explica.
Jorbel ainda não revelou aonde será o novo empreendimento e nem quando será instalado em Foz do Iguaçu.Entretanto, Jorbel confirmou o desligamento da maioria dos colaboradores da empresa, que permaneceu fechada por mais de dois meses e reabriu, exclusivamente para o atendimento ao público paraguaio.

“A Cellshop demitiu porque não temos uma previsão de retorno antes de dezembro. Hoje, estamos trabalhando com um plantel mínimo para atender os moradores de CDE. Com a fronteira fechada, estamos recebendo apenas os paraguaios para fazer compras e isso representa apenas 5% do nosso fluxo”, ressalta.


Outras Lojas de Cidade do Leste também podem migrar para Foz do iguacupelo menos outras duas grandes importadoras de Cidade do Leste, que não quiseram ter os nomes citados nesse momento, mas que admitiram estar analisando a possibilidade, diante da incerteza futura de manter os negócios do lado paraguaio da fronteira. A medida, segundo eles, ajudaria centenas de brasileiros que trabalham em CDE, pois hoje não há informações se eles poderão voltar ao Paraguai para retomar as atividades, já que os critérios que o governo do país vizinho adotará para a reabertura ainda não foram divulgados.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: