Foz adotará “lockdown” microrregional nesta segunda-feira

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Por meio de uma live, no final da tarde desta sexta-feira (19), o prefeito Chico Brasileiro e o gerente da Vigilância Epidemiológica Roberto Doldan, expressaram preocupação com o avanço do Covid-19 em Foz do Iguaçu.

Segundo o prefeito, a cidade passou a viver uma “Estado de Alerta”. Diante disso, ele anunciou medidas mais duras. “As medidas foram estudadas e com apoio técnico, de pessoas que acompanham

A medida principal é adotar atitudes de bloqueio, o chamado lockdown setorial, ou microrregional, a começar pelo Jardim Ipê II, a partir de segunda-feira, 7 horas da manhã. O local é considerado um ponto de alto risco, e, portanto, haverá medias restritivas maiores lá, onde há 17 casos confirmados. Todo o perímetro do bairro será isolado. Poderá haver bloqueios em outros locais.  

Segundo o prefeito, é uma medida dura, mas vai assegurar que a doença não se espalhe mais pelas redondezas, mantendo o controle. A prefeitura irá divulgar um mapa do perímetro. 
Todas as ruas serão interditadas com a presença da GM, PM, Exército, Corpo de Bombeiros, e um grande número de pessoas para orientar e monitora o setor. 

Francisco Brasileiro pediu o apoio da comunidade, para impedir o aumento da cadeia de transmissão da doença. “Na cidade há juitas festas, incluive nas residências. 


Segundo Doldan, a situação deixou de ser confortável, porque no início, com medidas duras, houve um achatamento na curva epidêmica, mas de 10 dias para cá, houve uma mudança radical no cenário com 140 casos em apenas 7 dias, quase 60% do total em todo o período de pandemia.

O contágio está em fase de aceleração, com números altos de conformação para apenas 24 horas, com aumento na transmissão comunitária e local, o que são situações muito preocupantes. O gerente da Vigilância acentuou, que a concentração de casos ocorria na região central, mas agora, o perfil mudou, com a doença acometendo a população mais vulnerável, nos bairros e áreas mais pobres, considerados de alta vulnerabilidade. O distrito Norte é o local mais afetado. 

Foz conta com 30 leitos de UTI destinados ao tratamento de Covid-19 e o número de internados já ocupou quase a metade, o que está preocupando muito as autoridades na área de Saúde. 

Dos novos 48 casos, 30 são mulheres e 18 homens com idades entre 5 meses e 76 anos. Apenas uma pessoa está internada no Hospital Ministro Costa Cavalcanti. As demais estão em isolamento domiciliar por apresentarem apenas sintomas leves da doença.

A Vigilância Epidemiológica monitora todos os casos confirmados, bem como os contatos próximos dos pacientes, a fim de evitar a disseminação da doença.

Dos 394 casos confirmados, 193 já estão recuperados, 184 estão em isolamento domiciliar, 13 pessoas estão internadas e o município também contabiliza 4 óbitos.

A medida é uma solução para não interromper totalmente o funcionamento de Foz do Iguaçu. Um lockdown total, reverteria todo o trabalho que possibilitou uma flexibilização gradual e que foi um pedido dos setores produtivos.  

As novas medidas de combate ao Coronavírus anunciadas pelo prefeito Chico Brasileiro, em síntese são estas:
– A partir das 7h de segunda-feira (22), um trecho do bairro Ipê será bloqueado por até 14 dias.
– Só poderá funcionar serviços essenciais que serão apontados por decreto.
– Serão montados 15 pontos de bloqueios na região que funcionarão 24 horas por dia.
– Com comprovação de necessidade, como trabalho, consulta médica, por exemplo, os moradores poderão sair e retornar ao bairro.
– A ação contará com a participação de vários órgãos de segurança e saúde. 
– Sábado e domingo equipes de orientação da Prefeitura estarão no bairro para informar a população sobre as novas medidas.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: