Reunião confirmada com o ministro do Paraguai para reabertura da fronteira com Brasil

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Com a fronteira fechada, comerciantes de Ciudad del Este estimam uma perda mensal em torno de 500 milhões de dólares e cerca de 75 mil desempregados.


A fronteira entre Brasil e Paraguai permanecerá fechada por, pelo menos, mais duas semanas de maneira restrita. Foi o que apontou o ministro do Interior do Paraguai, Euclides Acevedo, em visita a Ciudad del Este, na manhã desta terça-feira (4). Nos próximos dias está prevista uma reunião virtual entre os prefeitos Chico Brasileiro (Foz do Iguaçu), Miguel Prieto (Ciudad del Este) e os governadores Ratinho Júnior (Paraná) e Roberto González (Alto Paraná) para discutirem o tema.


“Vamos adotar medidas e estabelecer uma política de barreira sanitária de estratégia de transferência de mercadoria e de pessoas, de forma segura”, acrescentou o Ministro.


A Ponte da Amizade é a principal ligação do Paraguai com o Brasil e assim como as demais fronteiras, permanece fechada desde o dia 18 de março, ocasionando enormes prejuízos à economia local. Comerciantes de Ciudad del Este estimam uma perda mensal em torno de 500 milhões de dólares e cerca de 75 mil desempregados nas cidades de Ciudad del Este, Presidente Franco, Minga Guazú e Hernandárias.


Na semana passada, Chico Brasileiro chegou a se reunir por videoconferência com o Chefe da Casa Civil do Paraná, Gauto Silva, para elaborar um plano de apoio ao governo paraguaio no momento da reabertura da Ponte Internacional da Amizade. “Queremos dar segurança aos paraguaios, vamos dar o apoio necessário para abrir na hora certa, reativar a economia da região, inclusive, se necessário, na área da saúde”, explicou Brasileiro, na ocasião.
A alta taxa de contágio de coronavírus no Brasil é algo que preocupa o Paraguai e o prefeito de Foz tem consciência disso. “O plano de reabrir a Ponte deve ser realizado de forma responsável. Estamos disponíveis para buscar uma solução consensual”, finalizou.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: