Enfermagem realiza nesta sexta (21), novo protesto por melhores condições de trabalho

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

Os profissionais de enfermagem voltarão a se manifestar em Foz do Iguaçu nesta sexta-feira, 21. A categoria cobra melhores condições de trabalho, além de exigir a implantação de um piso salarial para a classe. Esta é a segunda manifestação realizada neste mês exigindo melhorias nas condições de serviço realizada pelos enfermeiros. A primeira aconteceu no dia 8 de agosto. A manifestação em Foz ocorre às 19h30 na praça do Mitre, no centro de Foz do Iguaçu.

Os enfermeiros são a maioria dos profissionais nos serviços de saúde. “É a maior linha de força na linha de frente ao enfrentamento à pandemia” argumenta a enfermeira Cristina Morceli Bezerra de Souza, uma das organizadoras da manifestação em Foz, e questiona: “com todo o respeito aos nossos governantes, mas perguntando, o que foi feito pela enfermagem durante a pandemia?”, salienta.

“Tivemos muitas dificuldades com EPI (Equipamento de Proteção Individual), não temos condições de trabalho frente a situação de pandemia, onde não temos tratamento adequado, não temos vacina, e diariamente corremos o risco de nos contaminar e contaminar nossos familiares” lamenta ela.

Cristina também citou uma denúncia feita pelo Conselho Regional de Enfermagem (Coren). “O Coren apresentou uma situação bem preocupante, na questão do plano de contingência, várias instituições de saúde não apresentaram o plano para os enfermeiros, teve serviços de saúde que não ofereceram sequer treinamento” afirma ela, além disso, a enfermeira diz também que houve subdimensionamento dos profissionais de enfermagem.

“De que maneira nós podemos afirmar para a sociedade que eles estão recebendo assistência segura e de qualidade, quando certamente nós como trabalhadores da saúde não temos essa condição” expõe Cristina. “Essa epidemia para a enfermagem só escancarou a situação absurda que vivemos, não temos profissionais em número suficiente, não temos profissional capacitado em número suficiente e não temos condições de trabalho” manifesta.

Um grupo foi criado no Facebook para reunir os profissionais de enfermagem. O enfermeiro Tiago, que é de Curitiba, destaca que o objetivo é reunir o maior número possível de profissional em torno da causa. Ele ressalta que a primeira manifestação, ocorrida no dia 8 de agosto foi importante para chamar a atenção da categoria e espera que nas próximas manifestações a adesão seja maior. O grupo já apresentou as reivindicações na Assembleia Legislativa do Paraná.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: