PF realiza ação com mandatos de busca e apreensão contra grupo de Cid Gomes

O novo ministro da Educação, Cid Gomes, recebe o cargo de seu antecessor, Henrique Paim, em solenidade no ministério (Elza Fiúza/Agência Brasil)

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

A Polícia Federal (PF) cumpre nesta sexta-feira (16) mandados de busca e apreensão contra empresas que teriam sido utilizadas pela J&F, dona da JBS, para repassar 25 milhões de reais, como caixa 2, ao grupo político do senador Cid Gomes.

A ação foi batizada de Marquetagem e a maioria dos 17 alvos são empresas do setor de marketing e propaganda. São 17 mandados de busca e apreensão nas cidades de Fortaleza, São Paulo e Salvador.

As empresas de propaganda e marketing teriam sido usadas para recebimento das propinas. Segundo a PF, a ofensiva visa angariar provas acerca de ‘condutas potencialmente ilícitas de agentes políticos e empresários envolvidos na liberação de créditos tributários oriundos do Programa de Incentivos às Atividades Portuárias e Industriais do Ceará – PROAPI, em troca do recebimento de propina’.

A corporação indica que as vantagens indevidas teriam sido pagas por meio da simulação da prestação de serviços publicitários e do uso de notas fiscais frias e doações oficiais para campanhas eleitorais em 2010 e 2014.

A investigação, que segundo a Polícia Federal consiste em mais uma fase a Operação Lava Jato Eleitoral, apura crimes de falsidade ideológica eleitoral, corrupção, lavagem de dinheiro e integrar organização criminosa.

Facebook Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *