Chico Brasileiro pediu ao ministro da Saúde instalação de controle sanitário na Ponte da Amizade

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Please enter banners and links.

O prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, reforçou ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, o pedido de um controle sanitário na Ponte da Amizade, que liga o Brasil ao Paraguai. O sistema de saúde de Foz do Iguaçu, assim como o de Cascavel, onde o ministro esteve nesta quinta-feira, 4, está à beira de um colapso. 

O número de casos e mortes por coronavírus não para de crescer e, a pequeno e médio prazo, não há um horizonte de achatamento da curva. Somente nesta quinta-feira, foram registradas 10 mortes de pacientes com a Covid-19 e confirmados 317 novos casos da doença. Um dos principais agravamentos no atendimento a casos da doença ocorre em função da grande procura de pacientes vindos do Paraguai,.

 Na quarta-feira, a Itaipu atendeu a um pedido da Prefeitura de Foz e anunciou um repasse de R$ 15 milhões para compra de insumos e equipamentos do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, referência pelo SUS (Sistema Único de Saúde) de atendimento de casos do novo coronavírus. Esse recurso vai garantir um alívio para o sistema, que hoje vive o pior momento desde o início da pandemia. 

No encontro em Cascavel, o ministro da Saúde se comprometeu a levar a demanda de Foz do Iguaçu ao debate com outros ministérios, entre eles o Ministério de Relações Exteriores, para tentar achar uma solução para o problema da fronteira, que é considerado peculiar em função da localização do município e aproximação com o país vizinho. 

Pessoalmente, o prefeito Chico Brasileiro reiterou a solicitação feita oficialmente, em meados de fevereiro, à Secretaria de Assuntos Federativos da Presidência da República, quando o cenário epidemiológico da Covid-19 começou a se agravar. Desde quarta-feira, 03, a Prefeitura de Foz, a Itaipu e o Governo do Paraná integram uma força-tarefa para tentar frear disseminação do coronavírus.

 “Esse plano de contingência vai ajudar de forma pontual a enfrentar a pandemia. Vivemos um momento bastante delicado e é preciso reforçar que toda a sociedade, juntamente com o poder público, precisam se unir para ganhar essa luta contra o coronavírus”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro. Atualmente, Foz do Iguaçu tem 120 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), somando o Hospital Municipal e o Hospital Ministro Costa Cavalcanti, mantido pela binacional.

Fonte: Assessoria

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *