PTI-BR desenvolve sistema inédito para monitoramento e emissão de alertas em tempo real sobre presença de onças

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A tecnologia é baseada em inteligência artificial e está sendo aplicada de forma customizada no Parque das Aves, em Foz do Iguaçu

O Parque Tecnológico Itaipu – Brasil (PTI-BR), enquanto Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT), desenvolve uma série de soluções com foco na resolução de problemas reais do mercado e na geração de bem-estar para a sociedade. Desta vez, em parceria com o Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, foi implementado um sistema baseado em inteligência artificial (IA) para o monitoramento e emissão de alertas sobre a presença de predadores no perímetro externo da instituição que, atualmente, abriga cerca de 1.300 animais, de 150 espécies.

Por meio de termo de cooperação, uma equipe de especialistas do PTI-BR desenvolveu o sistema computacional que atua integrado às câmeras de segurança do Parque das Aves, conectadas a um servidor de processamento e que inspecionam a área do perímetro externo que faz fronteira com o Parque Nacional do Iguaçu.

A ferramenta detecta a aproximação de animais e emite uma notificação em tempo real para os responsáveis, que poderão tomar as medidas recomendadas, conforme a situação.

O gerente do Centro de Competência Inteligência Territorial (IT.DT), área responsável pelo projeto, do Parque Tecnológico Itaipu, Rolf Massao, explica que, neste contexto, a tecnologia de inteligência artificial é extremamente importante, pois parte da premissa de que operadores de grandes centrais de operação em controle não conseguem inspecionar e analisar muitas câmeras simultaneamente, ocasionando possíveis falhas.

“Através da IA podemos monitorar um maior número de elementos e gerar alertas com maior assertividade, diminuindo os riscos humanos” detalhou Rolf.

A iniciativa complementa as ações adotadas pelo Parque das Aves para evitar o acesso de predadores, especialmente felinos, à área de visitação onde vivem as aves, conforme explicou a diretora técnica do Parque das Aves, Paloma Bosso.

PTI-BR desenvolve sistema inédito para monitoramento de onças

“Nossa proposta é manter a convivência harmônica com os animais do entorno e essa parceria com o PTI-BR é extremamente produtiva para alcançar esse propósito. Estamos muito gratos por poder testar essa solução em nossa instituição”, agradeceu Paloma.

Além da visão humana

A partir de tecnologias com base em inteligência artificial (IA) é possível coletar, organizar e visualizar dados importantes que os olhos humanos não alcançam ou levariam anos para chegar aos mesmos resultados. Adaptável sob demanda e com múltiplas funcionalidades disponíveis, permite, ainda, executar tarefas complexas e resolver problemas rapidamente.

Segundo o diretor técnico do PTI-BR, Rafael Deitos, o Parque Tecnológico acompanha constantemente as tendências tecnológicas de mercado e busca implementá-las em diferentes setores.

“Temos em nosso ecossistema uma equipe de profissionais que estão pesquisando e desenvolvendo uma plataforma baseada em inteligência artificial que pode ser aplicada para atender as necessidades de diferentes setores como segurança pública, setor elétrico, cadeias produtivas do agronegócio, entre tantas outras que podem ser customizadas, conforme necessidade. Essa plataforma foi utilizada neste case com o Parque das Aves e está disponível para atender demandas de outros clientes que manifestarem interesse”, finalizou o diretor técnico.

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published.