ABNT E AMN reúnem dirigentes de organismos de normalização do Mercosul para discutir infraestrutura da qualidade

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT e a Asociación Mercosur de Normalización – AMN, realizaram no Centro Universitário UDC em Foz do Iguaçu, uma reunião com o Conselho Diretor da AMN. Durante o encontro, foi discutida a Implementação de Infraestrutura da Qualidade nos países do MERCOSUL. 
Com uma programação intensa, dirigentes de todos os organismos nacionais de normalização dos países-membros da AMN: Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai, Chile e Bolívia, apresentaram suas principais iniciativas e desafios enfrentados com relação a implementação da política de Infraestrutura da Qualidade. 
O Presidente da ABNT Dr. Mario Willian Esper explicou o que foi tratado: “Discutimos neste Seminário como a política de Infraestrutura de Qualidade será adotada pelos países do Mercosul e de que forma vamos traduzir isso para o consumidor. Infraestrutura de Qualidade é a padronização, como conferir e a avaliação da conformidade, que dá garantia de que aquele produto está de acordo com a norma”.  
Além da ABNT, representaram o Brasil no evento: Presidente do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro Dr. Marcos Heleno Guerson, o vice-presidente de Produtos da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade – Abrac Dr. Alexandre Xavier Martins e o Analista de Negócios e Inovação do Parque Tecnológico Itaipu PTI-BR o sr. Leonel Rodrigues. Também estiveram presentes o Diretor Geral na ABNT Ricardo Fragoso, o Project Menenger do Inmetro Dr. Marcos Aurélio Lima de Oliveira e Leililene Antunes, chefe de Gabinete do Inmetro. “Uma das características da Infraestrutura da Qualidade, é que ela é uma disciplina compartilhada, então, não faz muito sentido ficar voltado para si mesmo, preocupado só com seu próprio país, pois este é um instrumento de comércio internacional, acesso a mercados, garantia de qualidade dos produtos de importação e exportação. A integração dos países é fundamental”, disse o presidente do Inmetro Dr. Marcos Heleno Guerson. 
Representando os países do Mercosul estiveram no evento: o Sr. José Duran Guillén – Diretor Executivo do Instituto Boliviano de Normalización y Calidad – IBNORCA; a Sra. Patricia Echeverría Martínez – Diretora Geral do Instituto Nacional de Tecnología, Normalización y Metrología do Paraguay – INTN; o Sr. Osvaldo Darío Petroni – Diretor de Normalização e Relações Internacionais do Instituto Argentino de Normalización y Certificación – IRAM; o Sr. Fernando Gómez Martínez – Diretor do Instituto Uruguayo de Normas Técnicas – UNIT; o Sr. Sergio Toro – Diretor Executivo do Instituto Nacional de Normalizacion do Chile – INN; e o Sr. Jorge Acunha Arquiteto do Parque Tecnológico Itaipu – PTI-PY. 

Contribuição da academia com a Política de Infraestrutura da Qualidade  
O Pró-reitor do Centro Universitário UDC e UDC Medianeira Prof. Dr. Fábio Prado apresentou aos participantes do Seminário o desenvolvimento e resultados positivos da Disciplina de Infraestrutura da Qualidade, criada na instituição com orientação da ABNT e Inmetro. A UDC é a primeira instituição de ensino do Brasil a oferecer esse conteúdo em seu currículo. “Implementamos a disciplina este ano em Foz e Medianeira e o resultado tem sido impressionante. Tenho muito contato com os alunos, e eles sabem a importância e o peso do assunto. Nosso índice de desistência é zero. Continuaremos empenhados, vamos aperfeiçoar e acrescentar conhecimento constantemente pela sua relevância”

Assinatura do Acordo de Cooperação entre ABNT, ABRAC e UDC 
Durante o evento foi assinado um Acordo de Cooperação entre a Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, a Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade – Abrac e o Centro Universitário UDC, para prestação de serviços ao LIQ – Laboratório de Infraestrutura da Qualidade, com a contratação de estagiários. 
O Presidente da ABNT citou a parceria: “Outro assunto importante foi sobre o Laboratório de Infraestrutura da Qualidade. Assinamos o acordo para que os alunos da instituição sejam estagiários do projeto. Só tenho a agradecer o valioso apoio da Família Prado, pois esse acordo, garantirá a colaboração dos estagiários com o PTI, ABNT e Abrac, e a interação com a Comissão de Estudos Especiais das Cidades e Comunidades Sustentáveis ABNT/UCE 268. Ou seja, a academia vai participar do laboratório, colaborar com a elaboração da Norma e, também na participação internacional da normatização”, finalizou.  
O vice-presidente de Produtos da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade – Abrac Dr. Alexandre Xavier Martins disse: “Foz do Iguaçu é uma região estratégica e a instalação do LIQ é mais uma grande ferramenta para a construção da política pública sobre a infraestrutura da qualidade. A instituição que já contribui muito com o tema, através de seu protagonismo e inovação sendo a 1ª brasileira a criar uma disciplina sobre essa política, é o nosso braço acadêmico no LIQ”. 
A Reitora Profa. Rosicler Hauagge do Prado prestigiou a assinatura e declarou: “Esse é mais um momento muito importante. Uma parceria que surgiu através do nosso Pró-reitor e que vem apresentando cada vez mais benefícios à comunidade acadêmica. Primeiro a disciplina inédita no Brasil e agora essa assinatura. Parabéns a todos os envolvidos”.  
O Vice-reitor Dr. Acir Amilto do Prado afirmou: “É um salto a mais estarmos com a ABNT, Abrac e PTI, que são instituições de grande prestígio internacional”.  
O Laboratório de Infraestrutura da Qualidade (IQ), conta com o suporte da ABNT, do Inmetro e da Abrac de acordo com suas áreas de atuação, ou seja, Normalização, Metrologia, Regulamentação e Avaliação da Conformidade. O projeto estabelece que as instituições mantenham especialistas para auxiliar nas questões técnicas das empresas selecionadas pelo PTI.  

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published.