Prefeitura de Foz realiza mutirão de combate à dengue neste sábado

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O objetivo da Prefeitura é envolver o maior número de moradores nesta ação e alertar para a gravidade da doença.

Equipes do CCZ, agentes comunitários de saúde e demais servidores do município visitarão as casas para orientar os moradores; caçambas para descarte de entulhos serão disponibilizadas em 16 pontos.

Uma grande força-tarefa de combate ao mosquito da dengue acontecerá neste sábado (28) na região Leste de Foz do Iguaçu, que compreende bairros como Vila Borges, Campos do Iguaçu, Cohapar, Jardim São Paulo e Morumbi. A região apresenta os maiores índices de infestação do mosquito Aedes aegypti e concentra o maior número de casos da doença (230), conforme o último relatório da Vigilância Epidemiológica.

A mobilização – que acontecerá das 8h às 12h – contará com apoio de servidores de diversas secretarias, que farão as visitas de casa em casa para orientar os moradores sobre os cuidados para manter os ambientes livres de focos do mosquito. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) fará as vistorias e eliminações de criadouros, e agentes comunitários de saúde (ACS) farão a busca ativa de pessoas com sintomas da doença. A Secretaria de Meio Ambiente vai disponibilizar caçambas em 16 pontos da região para o depósito de entulhos, madeiras e inservíveis (veja os locais abaixo).

O objetivo é envolver o maior número de moradores nesta ação e alertar para a gravidade da doença. “Estamos vivendo uma epidemia da dengue em todo o Paraná, com números alarmantes. Precisamos do apoio da população neste trabalho, cuidando de seus quintais, eliminando lixos e possíveis criadouros do mosquito”, disse o secretário de Segurança Pública e coordenador do Comitê de Combate à Dengue, Marcos Antônio Janhke.

Renata Defante, chefe do CCZ, explica que o mutirão é um reforço às ações já realizadas pela prefeitura. “Esta ação busca intensificar as ações da Secretaria de Saúde, que já vêm ocorrendo nesta região desde o início de maio após os resultados do LIRAa e o mapa de calor elaborado pelo CCZ”, comentou.

Foz do Iguaçu já contabiliza 663 casos de dengue no ano epidemiológico, que começou em agosto de 2021. Destes, 23 apresentaram sinais de alarme. Adultos, na faixa etária de 15 a 29 anos e de 30 a 44 anos são os mais atingidos pela doença.

Serviço

Os servidores do Município se concentração em dois pontos para o início das atividades no sábado: Escola Írio Manganelli (R. Pompéu de Toledo, 773 – Morumbi I) e Escola Érico Verissimo (R. Jorge Sanwais, 378 – Jd São Paulo).

PONTOS PARA DEPÓSITO DE ENTULHOS, MADEIRAS E INSERVÍVEIS

  • VILA BORGES

RUA POMPEU DE TOLEDO ESQUINA COM ALAMEDA P. J.

POMPEU DE TOLEDO ESQUINA COM ALAMEDA FULVIO GALO

RUA OSVALDO BRANDÃO ESQUINA COM RUA BELFORD DUARTE

  • COHAPAR III

RUA POMPEU DE TOLEDO ESQUINA COM RUA ARMINDO DA SILVA DANTAS

  • CAMPOS DO IGUACU

RUA TIETÊ ESQUINA COM RUA TIBAGI

RUA EUNÁPIO DE QUEIROS ESQUINA COM RUA BATATAIS

RUA LUCÍDIO FREIRE ROCHA ESQUINA COMA RUA SERVILIO DE JESUS

RUA CAPIBARIBE ESQUINA COM TRAVESSA MONJOLO

  • MORUMBI

RUA OTÁVIO PORTES 696

RUA ARMINDO DANTAS ESQQUINA COM REPÚBLICA ARGENTINA

RUA JOSÉ CARLOS PACE ESQUINA COM RUA PALESTRA ITÁLIA

RUA CLÁUDIO COUTINHO ESQUINA COM RUA ENGENHEIRO ARARIPE

  • JD. SÃO PAULO

RUA FRANCISCO PADILHA ESQUINA COM RUA HUMBERTO JOSÉ DOS SANTOS

RUA ALMIR MACHADO NUNES ESQUINA COM JORGE SANWAIS

RUA BARTOLOMEU DE GUSMAO ESQUINA COM RUA GERALDINO MANOEL DE SOUZA

RUA EDMUNDO DE BARROS ESQUINA COM AVENIDA PÔR DO SOL

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published.