Central do Empreendedor de Foz do Iguaçu é premiada com o Selo Ouro do Sebrae

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

A Central do Empreendedor de Foz do Iguaçu recebeu o Selo Ouro do Sebrae, que premia a qualidade dos atendimentos prestados pela equipe a cidadãos interessados orientações empresariais, principalmente para microempreendedores individuais, seja para abrir empresa ou regularização de documentação, melhorando o desenvolvimento das atividades comerciais no município.

O prêmio foi entregue na última quinta-feira (26), em Cascavel. Para recebê-lo, foram avaliados critérios como a qualidade no atendimento, orientação de compras públicas e crédito, capacitações aos empreendedores e empresários, espaço físico, entre outros requisitos que já estão presentes no município.

“Esse é um trabalho que vem sendo priorizado desde o início da gestão. Foi o momento em que decidimos tratar o empreendedorismo da maneira como deveria ser, ampliando equipes e criando projetos que contemplavam o crescimento do setor. Hoje, colhemos esses resultados”, afirmou o prefeito Chico Brasileiro.

“Ao pensarmos em como agir, sabíamos que estabelecer parceria era fundamental. O Sebrae foi um dos órgãos que sempre estiveram conosco, criando uma dinâmica de trabalho que fluiu muito bem”, relembrou a secretária da Fazenda, Salete Horst.

Central do Empreendedor
A Central do Empreendedor de Foz do Iguaçu, localizada no prédio da Acifi, trabalha na liberação de licenças da Prefeitura, abertura de empresas, orientação ao crédito, capacitação empresarial, escritório de compras públicas, orientação contábil, dentre outros serviços, oferecidos tanto presencialmente como na Central Virtual.

Na abertura de empresas, a agilidade é o que chama a atenção. Ao contribuinte chegar com toda a documentação em mãos, o tempo de atendimento dura até 1h.

As opções estão no escopo do FozDesenvolve, o maior programa de apoio empresarial da história de Foz do Iguaçu, que desde 2018 atendeu mais de 15 mil empresas, melhorou o ambiente de negócios e resgatou a confiança dos empreendedores na cidade com alternativas de acesso seguro ao mercado.

“O acompanhamento é essencial para a abertura e manutenção dos negócios, pois esse novo empreendedor sai da Central com toda a orientação necessária e pode, sempre que precisar, nos buscar para tirar dúvidas”, completou Joice Lídia da Silva, Coordenadora Central do Empreendedor.

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published.