Supernevoeiro cancela voos e fecha aeroportos na Argentina

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Inconvenientes puderam ser sentidos também na região de fronteira, que começou o dia com neblina nesta quarta-feira (8).

Um dos maiores nevoeiros dos últimos anos na região de Buenos Aires vem provocando, desde segunda-feira (6), inúmeros inconvenientes no tráfego aéreo e na navegação do Rio da Prata, principal rota fluvial da Argentina. Devido à falta de visibilidade, atrasos e cancelamentos de voos foram inevitáveis.

De acordo com a Administração Nacional de Aviação Civil (ANAC), da Argentina, os dois maiores terminais do país, o Aeroparque Jorge Newberry e o Aeroporto Internacional de Ezeiza, mantiveram as operações sob instrumentos, mas aeroportos menores, que não contam com os mesmos recursos tecnológicos, tiveram de paralisar pousos e decolagens.

Somente na segunda-feira, pelo menos 40 voos nacionais ou internacionais foram atrasados, cancelados ou desviados em razão do fenômeno. Na terça-feira (7), por sua vez, balanço atualizado pelo jornal Clarín, às 20h, apontava pelo menos 25 cancelamentos e 200 atrasos somente nos aeroportos que servem a capital argentina.

Fronteira

Para esta quarta-feira (8), a situação em Buenos Aires está sob controle, porém aeroportos do interior, como o de Puerto Iguazú, começaram o dia com intensa neblina. Durante a madrugada, um voo da companhia Flybondi, que tinha como destino o Aeroparque, foi cancelado. Os voos da manhã estão partindo com média de duas horas de atraso.

No lado brasileiro, em Foz do Iguaçu, a falta de visibilidade (que permanece no momento em que este texto está sendo escrito, às 11h) gerou atrasos nas chegadas e partidas do início da manhã e o cancelamento do voo AD2406, da companhia Azul, procedente de Campinas. O voo AD4130, também da Azul, para Curitiba, foi igualmente cancelado.

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published.