Ladrões levam quase 900 celulares de depósito da Galeria Hijazi no Paraguai

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

Prejuízo ao proprietário está estimado em US$ 200 mil (R$ 1 milhão); posições das câmeras de vigilância foram alteradas.

Em crime registrado na madrugada desta sexta-feira (10), três homens encapuzados invadiram um depósito localizado no quinto piso da Galeria Hijazi, no centro de Ciudad del Este, e levaram 860 celulares, avaliados preliminarmente em US$ 200 mil (R$ 1 milhão). Um dos seguranças que monitorava o local disse ter sido amarrado pelos criminosos.

De acordo com o jornal La Clave, que reproduz parte do boletim da ocorrência, um segundo guarda, que também vigiava a galeria, não percebeu anormalidades antes do roubo. Já Miguel Ávila, delegado-chefe da 1ª Comisaría, afirmou que a maioria das câmeras de segurança, do primeiro ao quinto piso, estava com o ângulo alterado.

Os aparelhos são 660 celulares do tipo iPhone e 200 da marca Xiaomi, que seriam vendidos no comércio local. O proprietário do depósito, um empresário de origem árabe, compareceu à galeria para formalizar a ocorrência. A cumplicidade de funcionários ou dos próprios seguranças é uma das linhas investigadas pelas forças policiais.

Transportadora

Outro assalto ocorrido nas últimas horas no lado paraguaio da fronteira foi denunciado por volta das 18h (hora paraguaia) de quinta-feira (9), no bairro Pablo Rojas. Funcionários de uma transportadora foram rendidos por homens armados, que levaram um caminhão de pequeno porte da marca Kia, carregado com eletrônicos.

O veículo foi encontrado momentos mais tarde, já sem a carga, composta por celulares e produtos diversos, destinados ao comércio fronteiriço. O prejuízo estimado aos donos das mercadorias é de US$ 200 mil, conforme publicação do jornal ABC Color.

Facebook Comentarios

Leave a Reply

Your email address will not be published.